Conversão de uma unidade de dourada para o modo de produção biológico

«Conversão de uma unidade de dourada para o modo de produção biológico» é o trabalho de  projeto de mestrado em Engenharia Alimentar de Ana Marques, publicado em 2019.

A aquicultura biológica é  um sector relativamente recente da produção biológica. O  Regulamento (CE) n.º 710/2009  deu início às  regras da produção biológica para a aquicultura.

Face à evolução da aquicultura biológica na Europa e à crescente procura por parte do
consumidor de alimentos de origem biológica, este trabalho pretendeu avaliar a viabilidade técnica e económica de uma unidade de aquicultura, na conversão para o modo de produção biológica de Dourada, comparando os custos da produção em modo convencional. Dado o interesse crescente dos consumidores pelos produtos do tipo biológico, é provável que o número de unidades aquícolas que se convertem em unidades de produção biológica venha a aumentar. Ainda de acordo com a autora, os  resultados mostram que os custos de certificação e alimentação representam a diferença mais significativa entre o modo de produção convencional e o modo de produção biológica.
Leia aqui o trabalho na íntegra:
CONVERSÃO DE UMA UNIDADE DE DOURADA PARA PRODUÇÃO BIOLÓGICA

Última atualização porem ProBioMadeira em 11 de Outubro, 2021
256
Gostou do artigo?0000