Agricultura biológica na Região Centro de Portugal: sub-região da Beira Litoral e no Vale do Lis

A agricultura biológica cria um mercado para bens e serviços ambientais, e os produtores podem ser recompensados pela sua gestão agroambiental através de preços premium e pela Política Agrícola Comum (PAC). O objetivo deste trabalho foi caracterizar os agricultores da Região Centro de agricultura do ponto de vista socioeconómico, além de avaliar a propensão para a mudança do modo produtivo para a agricultura biológica e identificar as principais dificuldades para a mudança. Foi realizado o estudo dos efeitos das políticas agrícolas na evolução da agricultura biológica. Foram realizados estudos através de entrevistas presenciais resultando em dois estudos de caso. Os estudos de caso apresentam metodologias distintas, mas complementares.

O trabalho revelou que a PAC contribuiu para o desenvolvimento deste setor e os dados alcançados permitem aos investigadores desenvolver técnicas para que os agricultores possam superar os obstáculos e aumentar a competitividade da cadeia de valor. A renovação geracional e o aumento da dimensão da exploração são fatores a considerar para o progresso da agricultura biológica. É necessário gerar formação adequada às necessidades e fornecer informações precisas e reais sobre as dificuldades e benefícios desse modo de agricultura.

Leia aqui o artigo completo.

 

Última atualização porAnónimo em 15 de Outubro, 2021
429
Gostou do artigo?0000

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.