PEPAC: Mais de 140 mil agricultores já criaram as suas candidaturas

O Ministério da Agricultura e Alimentação informa que, ao dia de hoje, 9 de junho, já foram criadas mais de 140 mil candidaturas ao Pedido Único 2023 (PU2023), no âmbito do Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC23.27). 

Esta evolução reforça a confiança para a conclusão de todo o processo em iguais circunstâncias aos anos anteriores, estando resolvidos todos os constrangimentos identificados anteriormente e que decorreram, com habitual em anos de arranque de um novo quadro comunitário de apoio, devido às necessárias adaptações ao novo Quadro Financeiro Plurianual (PEPAC). Recorda-se que, depois de ouvido o setor, foi prorrogado o prazo de candidaturas até 14 de julho.
Em 2022, ainda no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR2020), registaram-se cerca de 175 mil candidaturas, às quais corresponderam, aproximadamente, mil milhões de euros em ajudas pagas aos agricultores.
Para a Ministra Maria do Céu do Antunes, «estes números, apesar da transição entre programas plurianuais de investimento, demonstram que estamos no rumo certo e que todo o processo decorrerá com normalidade. É ainda justo de realçar a capacidade de adaptação às mudanças exigidas pela nova PAC, quer por parte dos organismos, quer por parte dos agricultores. Além disso, reforçam aquilo que o Governo tem dito: Em outubro, como habitual, estaremos em condições de proceder aos pagamentos previstos e que decorrem de adiantamentos nos apoios aos agricultores».
A governante lembra ainda que «foi solicitado, à Comissão Europeia, que esse adiantamento possa passar de 50% para 70%, nos pagamentos diretos, e de 75% para 85%, no desenvolvimento rural».
Fonte: Governo de Portugal