Missão Solo da UE: aberto período de apresentação de propostas até 24 de março.

A Comissão Europeia está à procura das melhores ideias inovadoras para promover a proteção e recuperação dos solos na Europa e não só e, nesse sentido, acolhe até ao próximo dia 24 de março, no âmbito da Missão Solo, propostas de projetos para financiamento do Horizonte Europa.

Que tipos de projetos a UE pretende financiar?

O convite à apresentação de propostas para a missão do solo de 2021 visa estabelecer as bases para uma implementação estruturada das atividades da missão e estabelecer um caminho credível para contribuir para a meta e os objetivos da missão.

Os projetos financiados apoiarão o estabelecimento de laboratórios vivos de saúde do solo e a validação e definição de indicadores para a saúde do solo; e a criação de uma nova geração de conselheiros de solo para orientar proprietários e gestores de terras na implementação de práticas sustentáveis, bem como orientar autoridades na tomada de decisões para um impacto positivo na saúde do solo.

A Call também pretende apoiar pesquisas para analisar a relação entre a saúde do solo e alimentos nutritivos e seguros, e aumentar a conscientização sobre o valor de investir na saúde do solo e os co-benefícios em toda a sociedade.

Estes são apenas alguns dos resultados esperados dos projetos financiados. No total, são oito temas diferentes abertos para a submissão de propostas. Alguns dos tópicos exigem a “abordagem de múltiplos atores”, incluindo uma mistura equilibrada de atores-chave de vários setores ao longo do projeto para garantir a cocriação.

Os potenciais candidatos podem consultar o Programa de Trabalho 2021-2022 para saber mais e estão convidados a participar dos Info Days virtuais sobre as oportunidades de financiamento das Missões da UE de 18 a 19 de janeiro.

Como se candidatar

Os candidatos devem submeter as suas propostas até ao dia 24 de março, através do portal Funding & Tenders. Consulte convite à apresentação de propostas e confira como efetuar a sua candidatura aqui.

Fonte  de informação: Rede Rural Nacional